< Voltar

E a Colheita Começou

Ah Brasil! A melhor época do ano é agora, é a safra. A colheita do café em muitos lugares já começou e em outras regiões está se aproximando. E esse mistério de tudo o que influencia no sabor da sua xícara também está ligado às formas de colher desse fruto.

Pé de café com frutos madurinhos

A qualidade da bebida é relacionada a uma colheita dos frutos maduros, quanto mais frutos maduros ou “cerejas” mais chances de termos uma bebida agradável ao paladar.

Os frutos do cafezal nem sempre ficam maduros de uma vez só e uniformemente. Podem ocorrer várias floradas que são desencadeadas de acordo com a quantidade de chuvas. Daí por isso fica complicado colher apenas os frutos maduros de um galho, dá trabalho, as vezes dá um trabalhão na verdade.

Difícil dizer que só os produtores que colhem à mão fazem um bom trabalho. Depende, porque nem sempre esse tipo de colheita é seletivo de fato. A colheita seletiva é bem feita quando conseguimos separar os diferentes frutos, e se possível só colher os que estão realmente maduros.

Curioso pensar que as máquinas as vezes fazem um papel tão positivo quanto as mãos, basta pensarmos na intensidade que elas vão passar balançando os pés de café: os frutos mais maduros são menos resistentes e mais fáceis de se deslocarem da planta.

No fundo, o que mais importa é não misturar os frutos em diferentes momentos de maturação no mesmo terreiro para secar: separar os verdes, os cana, os maduros, e os passas é o que gera qualidade final, que pode ser intensificado com os mais variados tipos de processamento do fruto.

Esse café gostoso que você acha aqui com a gente, ele recebe esse tipo de cuidado pra mais!

E veeeem safra nova! Estamos imaginando tudo o que vem por aí e é cada pensamento que a gente não consegue nem resistir. Enquanto isso, já tomamos café hoje?

Deixe um comentário

avatar
  Se inscreva  
Notificar